terça-feira, 30 de junho de 2015

O Senhor me abençoe e alargue minhas fronteiras


"Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Oh! tomara que me abençoes e me alargues as fronteiras, que seja comigo a tua mão e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido." I Crônicas 4:10

Durante a visita que minha irmã me fez neste fim de semana, vi em suas mãos um pequeno livro chamado "A oração de Jabez - Alcançando as bênçãos de Deus", do autor Bruce Wilkinson (Editora Mundo Cristão, São Paulo, 2003).
Fui levada a pedir que me emprestasse o livro antes de prosseguir viagem para o congresso a que se dirigia e o li na noite de sábado para domingo.
Jabez tem na Bíblia uma pequena biografia de apenas um versículo, contando que quando nasceu causou dor a sua mãe e ela lhe deu esse nome que significa exatamente Sofrimento. Essa história está no versículo 9, do capítulo 4 de I Crônicas, onde se trata dos descendentes de Judá. O versículo inicia dizendo, porém, que Jabez foi mais ilustre do que seus irmãos. 
A explicação para o êxito de Jabez está no versículo seguinte e o autor analisa a oração de Jabez, que encontramos ali registrada.
O nome era como um determinante na vida de uma pessoa à época e por isso Jabez precisava orar muito para que sua vida fosse abençoada. Com esse nome - Sofrimento - só poderia esperar uma vida infeliz. Pedir a bênção de Deus, o primeiro pedido de Jabez, implica em deixar nas mãos do Senhor a direção da vida. Ele não pediu uma casa, ou algo material mas enfatizou a bênção de Deus sobre ele. Deixou para Deus a forma como iria abençoá-lo e dirigir sua vida. 
O segundo pedido refere-se a alargar as fronteiras, o que, conforme o livro, significa abrir os limites de nossa zona de influência.O cristão é o sal da terra e seu ministério de melhor o sabor da vida precisa chegar ao mundo. Deus pode ampliar as fronteiras desse relacionamento. Levar a mensagem de uma vida nova a novas pessoas sempre nos dará também um sentimento de alegria e paz, como conta o autor 
O terceiro pedido refere-se à influência da mão de Deus sobre nossa vida e nosso ministério. Precisamos do poder da mão de Deus para ir atingir as fronteiras ampliadas. O livro conta milagres feitos no sentido de tornar possível um ministério, como a evangelização de uma ilha por alunos sem recursos.
O quarto pedido é também o final da oração de Cristo, o Pai Nosso: "Livra-nos do mal."Uma vez que Satanás se opõe de maneira mais contundente àqueles
que começam a se tornar uma ameaça a ele e seu reino, quanto mais Deus responder a suas orações de Jabez mais você deverá se preparar para enfrentar ataques espirituais." Pelo poder de Deus podemos receber a vitória.
A oração de Jabez, por fim, como toda oração, não funciona se não acreditarmos no poder de Deus e nas riquezas que tem reservado para nós. Nada a oração resolve se ficar apenas num livro ou mesmo numa rede social ou pendurada nas paredes. Entretanto, se exercermos nossa fé e orarmos em favor do ministério que é a vida do cristão, as bênçãos, as fronteiras, o poder aumentarão e a vitória contra o mal será concedida.

terça-feira, 23 de junho de 2015

Nova estação

"Disse também Deus: Haja luzeiros no firmamento dos céus, para fazerem separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais, para estações, para dias e anos." Gênesis 1:14

Embora na cidade em que moro  a temperatura sempre fique numa média amena, o dia hoje está mais frio, marcando bem o início do inverno.
Recebi uma mensagem com este versículo acima. Creio  que Deus criou o universo e que governa o tempo, inclusive as estações e, por isso, me identifiquei com o versículo.
O sol marca para nós a passagem dos dias, dos anos e das estações. Estou feliz hoje porque chegamos a esta estação, embora não aprecie muito o frio.
Esta é a estação do meu aniversário e mais uma vez estamos chegando a esta data.
O ano na minha vida transcorreu bem para mim, porque estou com saúde, desenvolvo bem minhas atividades no trabalho e em casa, todos os familiares também estão com vida e saúde, dentro do previsto para a faixa etária de cada um. Vejo com alegria as crianças queridas crescendo e os adolescentes amadurecendo para a idade adulta. Os problemas que surgem estão sendo superados da melhor forma possível. Assim, quatro estações passaram e a vida continuou a passar de forma amena.
Assim como creio no comando de Deus sobre o universo, os astros e o tempo, creio no comando de Deus sobre nossa vida e rogo a Ele que me mostre a cada dia o melhor caminho para que as estações se sucedam tranquilas.

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Meu anjo

"Os anjos não são, todos eles, espíritos ministradores enviados para servir aqueles que hão de herdar a salvação?" Hebreus 1:14

Estou compartilhando hoje parte da leitura que fiz nesta manhã, do livro "O sorriso de Deus - Meditação da mulher", texto escrito por Eunice de Faria - Meu anjo.

           "Se há um assunto que me faz meditar e que me fascina é o que diz respeito aos anjos!
             (...) enquanto lia a Meditação Matinal de 2008, escrita pelo pastor Wilson Sarli, me demorei a refletir sobre esse assunto, já que é um dos meus preferidos.
             Durante minha adolescência e juventude, tive claras provas de que "o anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que O temem e os livra." (Salmo 34:7), e, quando li essa meditação, fiquei imaginando que o meu anjo fez uso de suas muitas habilidades para que eu pudesse permanecer feliz, saudável e segura.
              Tenho certeza de que meu anjo protetor esteve ao meu lado quando saí do ventre de minha mãe e ficará até quando Jesus voltar, para me acordar do sono tranquilo ou para se revelar a mim sem que eu precise passar por esse momento.
              Isso é muito importante; porém, mais importante ainda, é saber que esses seres tão magníficos em poder poderiam estar fazendo coisas mais urgentes do que olhar para uma pecadora como eu. Meu anjo cuida de mim como se eu nunca tivesse crescido, e me ama sem eu nunca ter pedido. Seu cuidado é incondicional! E sabe por quê? Porque sua obediência ao Criador é também incondicional. Ele recebeu essa missão do Senhor Jesus, de vir à Terra e cuidar a cada instante de mim, já que sou tão preciosa para Ele. Quanta honra! Sou mesmo uma privilegiada; amada e salva por Jesus, "pajeada" a todo instante por meu anjo! 
               Meu desejo a você e a sua família é que, neste instante, você sinta que anjos estão ao seu redor e não se entristeça se estiver sozinha, porque, na verdade você não está! (...)"

                Este é também meu desejo, que sintamos a presença dos anjos ao nosso redor!



terça-feira, 2 de junho de 2015

Perdão


"Bem-aventurado aquele cuja iniquidade é perdoada, cujo pecado é coberto." Salmos 32:1

Vítor - esse não é seu nome verdadeiro - estava constantemente triste, não sentia mais alegria ou motivação em sua vida. Tinha um grande peso na consciência, pois estava fazendo algo que sabia estar errado. Faltava com a honestidade em seu trabalho. 
Como era cristão, costumava procurar algum conforto na Palavra de Deus. Era isso que fazia um dia à noite, mas o versículo de Salmos não parecia trazer-lhe alguma mensagem especial. Por um momento tirou os olhos da Bíblia. 
No momento seguinte, quando olhou o versículo, em lugar das palavras que lera antes, encontrou as palavras do capítulo 32, versículo 1, que iniciam esta reflexão. Talvez o vento tenha adiantado ou atrasado algumas folhas do sagrado livro, trazendo-lhe uma mensagem de Deus.
Os versículos seguintes dizem:

"Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui iniquidade e em cujo espírito não há dolo.
Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia.
Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim, e o meu vigor se tornou em sequidão de estio.
Confessei-te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste o meu pecado."

Vítor encontrou aí o caminho para suas próximas ações. O erro foi confessado; vieram consequências duras, mas seu coração sentiu grande alegria por ter-se arrependido, afastado do pecado e feito uma confissão a quem havia prejudicado. 
Voltou a animar-se e procurar seguir sua vida reerguendo-se da queda. 

Ao ler esses versículos, podemos ter uma certeza: Deus nos anima a confessar e abandonar os pecados. Isso trará de volta a serenidade e paz perdidas e a confiança no perdão divino.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Paz

"Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados." Judas 1:2
A saudação mencionando a paz de Cristo é utilizada desde o início do cristianismo.
O mundo em que vivemos pede que oremos sempre pela paz. Precisamos de paz em todos os aspectos de nossa vida para que prossigamos tranquilos para nossos objetivos e para nosso alvo final, com Deus.
O que muitas pessoas desejam mais é poder viver harmoniosamente com suas famílias, desempenhar suas atividades com tranquilidade, ter uma vizinhança calma, dormir bem e despreocupadamente.
Que o Senhor Deus nos dê a paz, leitor. Vamos orar por isso!

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Família para o solitário

"Deus faz que o solitário more em família; tira os cativos para a prosperidade, só os rebeldes habitam em terra seca." Salmos 68:6

Esse versículo era cantado, isto é, estas linhas fazem parte de um hino de louvor. Há associação de dois motivos para bênção, contrastados com uma maldição se contrapondo. O hino louva a Deus porque faz com que não estejamos sós e sim em famílias. Nada como ter alguém com quem compartilhar a vida e nos alegrarmos nos momentos felizes, ou ter alguém exatamente a nosso lado para nos ajudar nos momentos difíceis.
Também há louvor pela libertação dos cativos: podemos estar envolvidos por vários problemas, e com Deus podemos nos libertar de todos e virmos a ter a prosperidade material, emocional, espiritual.
Em contraste, aqueles que preferem não seguir os caminhos do Senhor, habitam em terra seca, onde não caem as chuvas de bênçãos, onde não vivem felizes em família e onde não há colheita farta de alegria e paz.

domingo, 10 de maio de 2015

Mães e oração

"A oração ... pode muito em seus efeitos." Tiago 5:16

Recebi este tapete para orar como lembrança da programação de Dia das Mães. Quem o confeccionou foi a esposa do pastor de nossa igreja, também ela mãe que ora.
Se há um atitude benéfica para mães e filhos, é a atitude de oração.
Seja qual for a dificuldade ou bênção,oremos por nossos filhos e, enquanto filhos, oremos também por nossas mães, pedindo, agradecendo, falando com Deus a respeito de nossas vidas.
A oração une a família, não importa qual a distância. A oração traz o olhar, o amor e as bênçãos do Senhor para nossos lares.